segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Nudez plena. Sem máscaras.

Terra nua com luz intensa e fresca ao longo dos revezes da lonjura!
Regaço ilimitado, sem refúgios, esconderijos, encontros secretos, proibidos, recolhimentos de oração!
Nudez plena. Sem máscaras. Plana. Rasa. Árvore perfeita. Asas com cheiro de restolhos nos bicos e raízes de ervas nas patas!
Deserto. Com poços de água  fresca e pura.
Meu bosque de brancura. Com todas as cores. E sombras. E portas. E janelas.
Abertas.
Laranja de manhã. 
Inexpugnável!
.
Foto Net

Postar um comentário