segunda-feira, 26 de maio de 2014

Aqui te escutas

É o silêncio a trabalhar em cada ser
No mais profundo de si
Onde o rosto impera
Com a humildade da alma
Sabedoria sem palavras 
Aqui te escutas
E te observas
E sabes sobre tudo
O que as palavras não descrevem

Eduardo Aleixo

Mértola- Maio.
Postar um comentário