sábado, 17 de maio de 2014

Flores

As flores.
À beira dos esgotos. 
Estranhamente belas.
Sem culpa.
Postar um comentário