terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Eternamente sábios

Há homens e mulheres que bebem 
a eternidade  dos momentos.
Têm os olhos abertos
e atentos.
Vivem encantados.
Sorriem
e choram 
com a mesma facilidade.
Etrernamente crianças,
são os únicos adultos sábios.

Eduardo Aleixo, 
in " As palavras são de água " - Chiado Editora. 

Postar um comentário