sexta-feira, 8 de julho de 2016

CAMINHO


Caminho
No meu caminho
Alheado de pressões
Livre vou

Mas sempre acompanhado
Levo comigo muitos caminhos
E becos e muros ultrapassados
Sem tempo
E sem espaço determinado
Caminho
Respiro
Sereno
Alto
Leve
Grato
Vejo e sinto passar a brisa por dentro de mim
Peço ao sol energia nova que faça morrer a velha
E sou irmão dos pássaros e dos rios e das rosas
E absorvo a vitalidade das árvores e do poder grandioso das montanhas
Sei que outros seres existem na terra no ar nas águas e no fogo
E cumprimento-os
E caminho absolutamente só e como já disse sempre acompanhado...
O que procuro então e que me basta?
Sentir a luz vitoriosa do céu dentro de mim
E meus pés agradecidos grudados ao calor amoroso da terra
Contente
Por me se sentir filho feliz dela...
.

( em todas as datas e lugares )
Postar um comentário