quarta-feira, 29 de março de 2017

Me testemunho

Me testemunho no poema que de mim sai
Sem filiações a não ser a da fonte auto-descoberta
Sem citações nem escolas nem modelos
Apenas 
Flor
Aberta
No deserto
Feliz e pura 
Como água 
Pronta a iniciar 
A sua caminhada....
Como eu
Deslumbrada 
Retraída 
Um pouco ousada
Da vida não sabendo
Mesmo nada!
.
Eduardo Aleixo
( agora mesmo )
Postar um comentário