quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Sublime


Foto Net
O poema é sublime...
Tem o sabor das raízes profundas da terra,
que lhe deu a bênção,
no momento de voar.

Eduardo Aleixo

( Em todas as datas e lugares )
Postar um comentário