domingo, 23 de outubro de 2016

Têm um destino


Até as folhas amarelas secas perdidas abandonadas arrastadas na calçada pelo vento da noite...têm um destino e um sentido....
Imagino...


.
Eduardo Aleixo

( Noite ventosa de Outubro )
Postar um comentário