segunda-feira, 21 de março de 2011

Amanheço

Fome e sede de manhã.
Licor de sol.
Frescura de brisa nos caminhos da alma.
Talvez porque envelheço
e saturei as gorduras da noite,
quero ser erva.
Amanheço.
-
Lx, Março 2011
Postar um comentário