terça-feira, 18 de junho de 2013

Havia uma pedra no meio do caminho...


No meio do caminho havia uma pedra, diz o poema de Carlos Drummond de Andrade.
Havia.
E na minha vida sempre houve muitas pedras.
Mas de cada vez que a gente remove a pedra agradece a Deus
E continua a caminhar.
Ah!...Que bom!...
Voltei a ser cigano.
Já posso ir ver o mar...

Lisboa, 18 de Junho de 2013

( Foto Net )
Postar um comentário