terça-feira, 10 de maio de 2016

Sempre


Escrevo sempre com alma.
Obviamente que podes sempre por em causa as minhas palavras.
Mas nunca... a minha voz.
.
Eduardo Aleixo
.
Em todas as datas e lagares
Postar um comentário