sábado, 20 de fevereiro de 2010

É então que recebemos as asas

O ser na consciência do ser
deixa de ser o mesmo ser
é outro olhar com os mesmos olhos
outro sentir com o mesmo corpo
outro amar com o mesmo coração
outro pensar com o mesmo cérebro!
É então que recebemos as asas
e choramos no desejo de cantarmos
lavando as mágoas...
-
Lx, 18 /2 / 2010
-
Os caminhos do silêncio
-
( Foto minha )
Postar um comentário