segunda-feira, 15 de junho de 2009

Lavagem das mágoas...

Vives leve
Como se voasses!...
Fio de luz
Uniu em ti
O céu
Ao ventre da Mãe-Terra!
Aí...
Nas águas puras do ser
Lavaste as mágoas,
Que de volta
Já são asas!
( Lx, 2008 - reedição )
- Da outra face -
Eduardo Aleixo
Postar um comentário