sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Destino

Regresso sempre ao colo do silêncio!
Não te sei explicar...
Sou como as águas do rio,
Que têm como destino o mar...
( Os caminhos do Silêncio )
Eduardo Aleixo
Postar um comentário