quarta-feira, 27 de maio de 2009

Belas e úteis

Que as palavras sejam belas
Mas que sejam úteis!
Que os passos que dê
Sejam como arados
Na terra grata,
De grãos pesados.
Que diga casa,
Com mãos quentes
De amor
E de suor.
Que diga amada,
E o vento trema de emoção,
E o sol fique cheio de inveja!...
( Lx, 2008 ) - reedição
Postar um comentário