quarta-feira, 20 de maio de 2009

A respiração das pedras

( Conchas de S. Tomé - praia das sete ondas )
- Poema dedicado à minha filha, Rita Aleixo
------------------------------------------------------------
Há o momento
De rasgão aberto
Na saia do tempo
Em que disponíveis
Sem o sabermos
Sentimos a respiração das pedras
E as carícias do vento!...
São as musas?
Eu diria:
Não sei o que aconteceu!
Só sei que as velhas palavras
Cantam de um modo diferente
Como se dissessem
Coisas novas!...
( Maio de 2008 ) - reedição
Postar um comentário