quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Poema

Havia algo sem forma e perfeito
antes do nascimento do universo.
É serena. Vazia.
Solitária. Imutável.
Infinita. Eternamente presente.
É a Mãe do universo.
À falta de um nome melhor,
Chamo-lhe Tao.
-
Chamo-lhe grandiosa.
O grandioso é ilimitado;
o ilimitado flui eternamente;
o fluir constante é um constante retorno.
-
Como tal, o Caminho é grandioso,
o céu é grandioso,
a terra é grandiosa,
as pessoas são grandiosas.
-
Assim, para conheceres a humanidade,
compreende a terra.
Para conheceres a terra,
compreende o céu.
Para conheceres o céu,
compreende o Caminho.
-
( In Tao Te Ching - Lao-Tzu )
Postar um comentário