terça-feira, 7 de abril de 2009

O meu dia-a-dia...

( Crónica de S. Tomé e Príncipe ) Há dias desesperantes. A minha empregada de limpeza, se é que lhe posso chamar assim, só vai duas manhãs por semana. Limpeza, pouca faz, já ter a roupa passada e a loiça lavada ás vezes é pedir muito…Na outra manhã, estava eu em casa doente, mas a trabalhar no computador (ela entrou eram 7.30h e eram na altura 9h), e veio toda sorridente perguntar-me se eu precisava de mais alguma coisa. Olhei para ela atónita, e para o monte de roupa para passar ao meu lado e a casa para limpar…E fiz-lhe uma lista de coisas que havia para fazer. Porque não o tinha feito? Resposta sorridente… “estou com preguiça, Rita!”. E vai que o meu resto de dia foi todo assim. Discuti com o senhor da gráfica que está a produzir uns folhetos para nós, porque duas imagens não saíram e ele recusou-se a aceitar que a culpa era da gráfica. Porquê? Porque nos nossos computadores a imagem aparece e nos deles não, resultado: versões de software diferentes que o irresponsabilizam de qualquer dano. Que aconteceu mais? Bom, tanta coisa…Tenho uma equipa com quem tenho que trabalhar como se lidasse com crianças. E não estou a brincar! É impossível trabalhar com a exigência ocidental neste contexto. E há dias em que isso é desesperante. Desculpem a minha falta nas crónicas, mas a minha inspiração e disponibilidade anda diminuta com o dia-a-dia santomense! Ainda assim, beijos e saudades Rita
Postar um comentário