quarta-feira, 25 de março de 2009

É triste estar triste...

É triste estar triste!
Estar triste é como estar doente ainda que sem culpa.
Gosto da alegria.
Do sorriso pleno.
Assim foram os meus sonhos.
Assim são os meus sonhos.
Barco de proa firme
desafiando as ondas com um sentido determinado
sem medo de fantasmas e de papões na noite escura.
Assim quero a vida,
que assim não é!
Mas a vida...
não sou eu que quero?!...
Eduardo Aleixo
Postar um comentário