segunda-feira, 2 de junho de 2008

Bate à porta do amor, amor

Bate à porta do amor, amor,
Que sabes da solidão
Do ventre da terra
E tens o coração
No centro da noite...
Eduardo Aleixo
Postar um comentário