terça-feira, 9 de setembro de 2008

Chuva em Setembro...

Parece Inverno! As árvores dançam forçadas sob a acção do vento. A chuva inunda o terreno da minha casa. Observo as árvores: como se moldam aos caprichos da natureza! Momentos há em que fico extasiado face à sua quietude e ao seu silêncio. Mas também sei como sofrem debaixo da violência dos ventos, das chuvas e das geadas! Adoro-as e respeito-as. Acho que são sábias, as árvores. Li num livro, cujo título e autor não fixei, a seguinte mensagem: elas são pacientes, pois esperaram por nós, humanos, durante muitos milhares de anos, para que as olhássemos, do modo como o estou fazendo agora! Sim, faz sentido: só com a evolução da humanidade, esta começa a ver as árvores e os bichos como seres vivos, como nós somos. Isto enternece-me.
Eduardo Aleixo
( Brejenjas, 7/9/08 )
Postar um comentário