segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Partilha de livros e ideias : Lao Zi, fundador do Taoismo

( Século VI - 580 a. C )
( Foto Google )
Poema

O homem é macio e frágil quando nasce

Na hora da morte torna-se hirto e rijo

Plantas e árvores são débeis quando crescem

Ficam murchas e secas na hora de morrer

Assim

A dureza e a robustez são próprias da morte

Enquanto a macieza e a fragilidade

são próprias da vida

Portanto

Os fortes exércitos acabam destroçados

As árvores que crescem robustas

não resistem aos golpes do machado

O que é forte e rígido

Situa-se num plano inferior

O que é macio e frágil

Ficará num plano superior.

Bambús - foto Google
Poema
Trinta raios formam uma roda

Mas é do interior da roda

Que o uso da carruagem depende

Usa-se argila para moldar um vaso

Mas é do seu oco interior

Que o vaso se torna útil

Portas e janelas são recortadas

Para embelezarem uma sala

Mas é do espaço vazio do seu interior

Que a utilidade da sala depende

Portanto

Embora o Ser pareça importante

É o Não-Ser que se torna realmente

Valioso.

( Foto Google )

( Poemas retirados da obra acima ilustrada )

Postar um comentário