segunda-feira, 27 de outubro de 2008

De suor a cidade se alimenta...

De suor a cidade se alimenta! Homens e mulheres se gastam na cidade: castelo de pegadas sem nome, gravadas no silêncio!... Eduardo Aleixo
Postar um comentário