quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Olha comigo nesta direcção

Olha comigo nesta direcção
Para o sol
Ou para a escuridão
Mas na mesma direcção!
Só assim preencherás a minha solidão
A nossa solidão
A solidão do Mundo!
Ao meu lado
Quero-te assim, irmã,
Quero-te assim, amante,
Nos meus braços,
Quero-te assim, ó mãe,
Ó flor,
Ó dor,
Ó sorriso,
Ó manhã,
Que é grande demais
A tempestade no Mar!
Quero que sejas a presença
De sentires em silêncio
Que sofro todos os movimentos da Terra
E que abraço todas as dores
Alegrias
Esperanças
Com pena de não ter nascido ainda o Sol
Em todos os países!
Quero que saibas que amo
humanamente o Mundo
E quero ser feliz aqui
Para onde olhamos
Nesta direcção!...
Eduardo Aleixo
Postar um comentário