segunda-feira, 21 de julho de 2008

O PICO ( escrito de S. Tomé, pela Rita )

Este fim-de-semana fui ao Pico de São Tomé e Príncipe, cuja altura é de sencivelmente 2000 metros. Depois de uma semana de trabalho extenuante, com a cabeça a latejar, e numa ilha onde não se pode fugir para muito longe, decidi partir para o cume mais alto, para daí poder abstrair-me de tudo e conhecer o mais interior desta ilha encantada. Parti bem cedo, ás 5h, com uma amiga portuguesa, dois franceses, um santomente, mais o guia e o carregador. Fomos de taxi até ao Jardim Botânico e daí partimos a pé para o interior montanhoso. Essa travessia teve início ás 8h da manhã e só terminou ás 4.30 da tarde...Que posso dizer? Foi realmente um desafio físico e psicológico brutal. Pois para além de ser uma caminhada dura, tivemos que enfrentar um dia de chuva e névoa, em caminhos no meio de uma vegetação intensa, com passagens a trepar, a subir e a descer constantemente. Mas valeu o esforço. Não pelo que se podia observar lá de cima, pois estava um nevoeiro intenso (dizem que tem uma vista fantástica, pois pode-se ver os dois lados da ilha, desde as Rolas até Neves), mas pelo desafio em si mesmo, de esforçar as nossas capacidades até ao limite. Acampámos lá em cima, fizemos uma fogueira e pareciamos estar numa acampamento de ciganos, com mantas, roupa, panelas, tudo à volta para nos aquecermos da humidade e frio que se fazia sentir à noitinha. Aí tivemos o privilégio de ter a lua cheia por companhia com o céu estrelado em cima de nós - no meio de mais nada senão a natureza. No outro dia bem cedo - ás 7h - começámos a descida pelo outro lado das montanhas. Foi um desafio ainda mais duro, pois os músculos já estavam cansados e a descida era sempre íngreme (não recomendável para quem tem vertigens e problemas cardiacos). No final já tudo me doía e cada passo era um esforço assinalável. Só chegámos a Neves, onde um taxi nos esperava, por volta das 3.30h...Eu nem queria acreditar! Quando vi pessoas, quase foi um choque, pois vinha do total isolamento montanhoso e secular da Natureza. Maravilhoso! Nem dá para acreditar que existe tanta beleza escondida e por explorar num espaço tão reduzido... Bom início de semana para todos...!
Postar um comentário