segunda-feira, 18 de agosto de 2008

PARABÉNS, VANESSA FERNANDES

De noite, deitei-me aborrecido. De manhã... troxeste a alegria. Foi de prata, mas é muito bom. Beijo, Vanessa. Eduardo Aleixo
Postar um comentário