sábado, 17 de maio de 2008

Manuel Bandeira

IRENE NO CÉU Irene preta

Irene boa

Irene sempre de bom humor. Imagino Irene entrando no céu: - Licença, meu branco! E S. Pedro, bonachão: - Entra, Irene. Você não precisa pedir licença. MADRIGAL TÃO ENGRAÇADINHO Teresa, você é a coisa mais bonita que eu vi até hoje na minha vida Inclusivé o porquinho-da-índia que me deram quando eu tinha seis anos. Manuel Bandeira
Postar um comentário