sexta-feira, 16 de maio de 2008

Mistério

POEMA
Sei que posso entrar por aquela porta
Sei que posso abrir aquela janela...
Haverá códigos
Transmitidos pelo coração
Música dedilhada
Pelos seres
Nos encontros
Sem tempo
E sem palavras
Que desce
Das estrelas
E que alerta
O que em nós
Se chama
Alma?
Eduardo Aleixo
Postar um comentário