quarta-feira, 7 de maio de 2008

SOMOS

POEMA
Somos barcos que choram Portos que gritam Gaivotas que procuram Eduardo Aleixo
Postar um comentário